Blog RH | 31 Julho 2019

Lean Management, uma tendência na gestão de recursos humanos

Lean Management portugal-min

No mundo empresarial existem diversas correntes de pensamento, que tem associadas distintas linhas, protocolos ou propostas de ação. A filosofia Lean é uma delas. É possível que lhe seja familiar este termo, associado a conceitos como Lean Startup ou Lean Manufacturing, vinculados ao empreendedorismo, à produtividade, à eficiência de gestão, etc.

Ainda que possam parecer coisas diferentes, todas partem la mesma raiz: a filosofia Lean aplicada a diferentes âmbitos. Nesta mesma lógica, é uma forma de pensar, atuar e entender a atividade corporativa, que também se pode utilizar na gestão dos recursos humanos e na gestão de talento.

O que é a filosofia Lean onde se aplica

Lean, mais que uma filosofia é uma metodologia e um modo de aproximação a uma gestão integral mais eficiente, reduzindo “resíduos”. Que resíduos? Normalmente todas as tarefas que não aportam valor ao produto final, ou ao cliente. Ao mesmo tempo, a metodologia Lean pretende reforçar e potenciar tudo aquilo que adiciona real valor e que contribui no processo de melhoria continua das empresas. Aplica-se portante a qualquer área corporativa.

Podemos pensar depois de entender o conceito básico, que esta metodologia, não passa de algo obvio. Mas, quantas reuniões inúteis temos por ano, que apenas atrasam processos e projetos? Quantas tarefas repetitivas e sem produtividade temos que levar a cabo diariamente? Quantas vezes pensamos no mal definido que está o organigrama da nossa empresa? Lean, procura “filtrar” tudo isto, para que fiquemos unicamente com o que cria valor, atribuindo-lhe recursos e atenção. Algo que, evidentemente, também se pode aplicar a capital humano.

A metodologia Lean na gestão do talento

Tanto na área da gestão de recursos humanos como em qualquer outra, há que ter em conta dois pilares. O primeiro, que procuramos uma melhoria visível e constante em todos os elementos e processos que aportem valor. E o segundo, que aquilo que não se mede não se pode melhorar. É essencial contar com um software de gestão empresarial adequado, que permita monitorizar todos os fluxos de trabalho, ativos de recursos humanos, tarefas ou processos que pretendemos otimizar. É medindo, compilando informação útil e em tempo real, que podemos detetar áreas e elementos a eliminar ou potenciar.

Com os nossos recursos humanos também o podemos fazer. Podemos identificar que pessoas são mais eficientes no seu desempenho, os ativos que mais e menos podem trazer valor a toda a empresa. Para que a metodologia Lean seja efetiva há que potenciar estes elementos em particular. Para tal, é essencial um feedback bidirecional constante.

É importante que todos os colaboradores, a todos os níveis, saibam como está o seu desempenho, o que se espera deles, quais os objetivos estratégicos da organização e o quanto perto o longe estão de o alcançar.

Nos casos em que se necessite melhorar, antes de mais nada, há que tentar integrar esse elemento particular num fluxo de trabalho o mais eficiente possível para a obtenção de valor. De forma assertiva e através do dialogo.

Do mesmo modo, aquelas pessoas que sejam especialmente valiosas pelo seu talento e desempenho devem saber que o seu trabalho é percebido como tal. Um colaborador será mais eficiente e estará mais alinhado com a estratégia da empresa, se se sente valorizado, recompensado e importante dentro da empresa.