Blog RH | 3 Outubro 2019

Metodologia Agile, vantagens da aplicação na gestão dos recursos humanos

metologia agile

Nenhuma empresa pode permanecer indiferente às mudanças verificadas na sociedade. Dadas as características socio económicas atuais, todos os departamentos de qualquer empresa devem ser flexíveis, adaptáveis, pró-ativos e estar dispostos a modificar as suas estruturas e dinâmicas de trabalho rapidamente e em tempo real para funcionar com garantias no mercado.

Os responsáveis pela gestão de recursos humanos não estão alheios a estas mudanças, nem à alteração de abordagem que estas exigem. É por isso que as metodologias na gestão de recursos humanos se alteraram substancialmente nos últimos anos e continuam a fazê-lo nos dias de hoje.

Um dos métodos que a maioria dos especialistas mais pode tirar proveito atualmente é o método Agile. Aqui, na Talentia Software, analisamos ao pormenor essa metodologia.

O que é a Metodologia Agile?

Esta metodologia nasceu no mundo do desenvolvimento de aplicações e ferramentas informáticas, por isso encaixa como “uma luva” nas novas necessidades de muitas empresas, nas quais o software de gestão empresarial e o trabalho deslocalizado são constantes. Além disso, resulta de uma implementação bastante orgânica, em ambientes de trabalho onde os protagonistas são claramente a tecnologia e a proeminência dos utilizadores – clientes.

O Agile inclui uma série de princípios que, no momento de sua criação, no início do século XXI, violavam as regras então estabelecidas. Estes princípios aceitam com naturalidade mudanças imprevistas, entendendo que a capacidade de adaptação, mais que a fidelidade a um plano pré-estabelecido, é sinónimo de solidez e de resistência.

O Agile também entende que o cliente final é muito mais importante que as ferramentas ou processos de trabalho. Em suma, as pessoas estão acima de tudo e são elas que devem apoiar toda a atividade, independentemente do produto ou serviço em questão.

Agile adaptado aos recursos humanos

Para aplicar esta filosofia nos departamentos de gestão de recursos humanos, é necessário ter em mente que os processos e dinâmicas empresariais, sem desaparecerem, devem passar a um segundo plano. O verdadeiro papel deve ser adotado pelas pessoas que fazem parte do grupo de trabalho, bem como, pela interação e colaboração entre todos.

Da mesma forma, procura estabelecer um canal muito próximo de colaboração e comunicação com os colaboradores, prestando especial atenção a tudo o que eles têm a dizer sobre o relacionamento interno com a empresa. Se formos observar certas falhas ou conflitos, não devemos adotar nem uma postura defensiva nem agressiva. A falha é parte integrante e normal de um processo de melhoria contínua. Sem falha, não há aprendizagem ou evolução. E esta é a espinha dorsal de toda a metodologia Agile: evolução, flexibilidade, adaptação.

A melhor forma de implementar uma filosofia Agile numa empresa é considerar vários pontos-chave:

• Deve existir capacidade para detetar possíveis deficiências rapidamente, bem como, confiança ao nível da gestão para fazer as correções necessárias.

• Todos os elementos de uma equipa de trabalho devem ter diferentes caminhos potenciais para o desenvolvimento profissional e pessoal. A possibilidade de melhorar não serve apenas como motivação, mas também, contribui para nutrir uma ambição saudável. Neste sentido, ter diferentes alternativas para a aprendizagem contínua é essencial.

• A comunicação e a colaboração devem ser incentivadas o mais possível, tanto no espaço físico quanto nos ambientes virtuais. Dessa forma, a informação fluirá naturalmente e em tempo real, garantindo que todos saibam, a todo momento, qual é o estado real da empresa, quais são os seus objetivos e o que se vai modificando para os alcançar.

• Ter os perfis certos é a garantia de que não existam atritos na aplicação desta metodologia. Simultaneamente à criação de uma “cultura da empresa” vinculada à filosofia Agile, a proeminência de princípios como flexibilidade, comunicação e colaboração, funcionará como um poderoso mecanismo de atração de talento.

 

White paper “Como escolher os indicadores certos para medir o desempenho de RH”

desempemho hr

DOWNLOAD