Blog de Finanças | 11 Setembro 2019

O novo papel do diretor financeiro como parte do C-suite

Director-financeiro-c-suite-compressor (1)

Nos últimos tempos, a forma de entender o organograma de uma empresa mudou completamente. Os trabalhos mudaram de nome e as funções de cada cargo foram bastante especificadas. A “alta direção” já não existe, atualmente é conhecida como C-suite. O diretor financeiro foi renomeado para CFO. O que antes era conhecido como Diretor Executivo agora é chamado de CEO. Mas qual é a particularidade de cada uma dessas posições?

Primeiro, o C-suite é o grupo mais importante de uma empresa. É o que sempre foi conhecido como Gestão. Isso influencia a restante equipa pela sua capacidade de tomar decisões de alto risco. Essas posições geralmente são preenchidas por pessoas com mais experiência dentro de uma empresa e a carga de trabalho geralmente é mais elevada.

Dentro da Alta Administração, ou seja, dentro do C-suite, existem diferentes cargos que, nos últimos anos, assumiram um papel de liderança nas empresas e tiveram que se adaptar às constantes mudanças tecnológicas.

Entre os mais conhecidos estão o CEO, ou seja, o Diretor Executivo e quem, em termos gerais, é responsável pela estratégia da administração geral; o CIO, também conhecido como Diretor de Sistemas de Informação, responsável pelo desenvolvimento de estratégias e sistemas informáticos; e, o CMO, o diretor de marketing cujas responsabilidades são a gestão de marca, pesquisa de mercado e compromisso com os consumidores.

 O CFO, uma posição essencial no c-suite

Outra posição essencial na alta administração de uma empresa é o diretor financeiro, ou seja, o CFO (Chief Financial Officer). De modo geral, o CFO é responsável pelo planeamento económico e controlo orçamental.

As responsabilidades do diretor Financeiro são, entre outras, a coordenação da contabilidade e administração; o controlo do plano financeiro e da política financeira da empresa; a análise de relatórios e rácios financeiros; e comunicação com bancos, fornecedores e clientes. O CFO também determina o investimento, com o objetivo de aumentar o valor da empresa.

Até há pouco tempo atrás, o diretor financeiro trabalhava amplamente com a indecisão, sem saber em que direção a empresa estava a ir com cada decisão. Mas, graças à inovação tecnológica, a maneira como funciona mudou completamente.

A transformação digital e sua influência no Diretor Financeiro

Como a transformação tecnológica afetou as secções financeiras? Hoje existem muitas ferramentas digitais que permitem entender melhor as análises e os dados de uma empresa. Esses dados, além de permanentemente atualizados, são informações importantes para saber como funcionam e quais são os pontos fortes e fracos de cada empresa. O trabalho do Diretor Financeiro passa por conhecer essas informações em primeira mão para saber o que precisa ser aperfeiçoado e para que, afinal, os rácios financeiros sejam positivos.

Desta forma e graças ao Data Analytics e a Softwares de Gestão Financeira, um plano financeiro pode ser muito mais efetivo: os resultados financeiros podem prever-se através de hipóteses predefinidas e prognósticos baseados em informação que nos oferecem os dados e a análise dos mesmos.

É importante que as empresas não invistam apenas em ferramentas tecnológicas, mas também o façam em pessoas com habilidades analíticas e capazes de interpretar todas as informações oferecidas por essas ferramentas tecnológicas. A inovação digital significou uma transformação completa e transversal na maneira de trabalhar de todas as empresas e agrega valor à equipa de gestão sénior, renomeada como c-suite.