Noticias | 6 Junho 2019

Talentia Software: Recrutamento e Integração são agora bilaterais

Recrutamento-min

A Talentia Software, empresa de software especializada na gestão do Desempenho Financeiro e do Capital Humano, tem vindo a desenvolver diversas soluções capazes de dar resposta às necessidades do mercado dos Recursos Humanos, nomeadamente, na gestão do processo de recrutamento e integração de colaboradores. Nesse sentido, tem reforçado as boas práticas que visam oferecer às empresas e aos seus departamentos de RH uma visão bilateral entre estas áreas, ao mesmo tempo que reafirma a importância de implementação de plataformas digitais como o módulo Recruiting & Onboarding, inserido na solução Talentia HR Suite.

Contratar tem sempre um impacto emocional enorme ao nível interno e externo. O que acontece quando o candidato acede à área “trabalhe connosco” do website da sua empresa? Qual a proposta de valor da empresa para esse candidato? Atrair talento e transformar a curiosidade inicial em desejo de pertença não é uma tarefa simples.Construir uma imagem pessoal coerente e consistente, entre gestos e palavras, é um talento que deve ser reconhecido, valorizado e retribuído na mesma proporção.

Branding do trabalhador e proposta de valor

Quem disse que o processo de seleção é unilateral? Atualmente, as empresas consciencializaram-se de que devem tornar-se igualmente atrativas no mercado de trabalho, devido a questões de oportunidade: talento atrai talento.

Uma empresa que neglicencia a qualidade da sua imagem nas redes sociais e confia somente numa oferta de remuneração atrativa é limitativa e um tanto insignificante para os talentos disponíveis. Os candidatos são “consumidores”, exploradores livres num mundo sem fronteiras em que a mera consulta de um site pode causar a falta de interesse numa vaga disponível.

Nos dias que correm, surpreender o público mais jovem é muito complexo. Captar e manter a atenção destes, de forma ativa e envolvimento contínuo, é ainda mais. Felizmente, a aparência e o packaging não são suficientes. Para além disso, “employer branding” é também transmitir uma identidade de valores e tradição que podem desenvolver um sentimento de pertença.

Aprender a conhecer o outro

O conceito é simples. Primeiro conheçam-se um ao outro para perceber a vossa compatibilidade. Isto tem-se refletido na análise realizada quer pelo recrutador, como pelo candidato. Hoje, o candidato também analisa todas as propostas de valor da empresa e esta sabe como se destacar, por exemplo através de mensagens publicitárias, com as quais o candidato possa identificar-se ou inspirar-se.

Quando falamos sobre aquisição de talentos, devemos considerar que se trata de estabelecer contato com pessoas que pretendem uma determinada mudança. O objetivo das novas tecnologias é encorajar o candidato a conhecer a sua nova empresa. Conhecer os nossos talentos, partilhar experiências, assistir vídeos sobre o trabalho desenvolvido pelas mesmas, um testemunho daqueles que trabalharam connosco ou questionar um assistente virtual: estas são algumas ferramentas que são cada vez mais úteis para este processo. Um ambiente tranquilo para aqueles que procuram um mix entre solidez, seriedade e bem-estar.

Tudo começa na integração

Quando ambas as partes (o recrutador e o candidato) são escolhidas e se conhecem, começa uma nova fase: continuar a acompanhar o recém-chegado à empresa através de métodos consistentes e conteúdo, de acordo com a promessa feita. É nesta fase que o candidato saberá se realmente escolheu o parceiro certo para prosseguir com a sua carreira. Os resultados, o nível de afiliação e o desempenho do novo colaborador nos meses que se seguem, estarão interligados pela receção feita ao mesmo. Não se trata apenas de uma questão de realizar uma receção formal, mas sim de garantir que os valores corporativos, inconscientemente presentes na imaginação do candidato durante a fase de seleção, venham à superfície e se afirmem.

Felizmente, a tecnologia auxilia bastante, nesta fase de aprendizagem e também no longo prazo: reduz distâncias, tempo e custos. Outras atividades que possam incluir social networking, atividades de e-learning, videoconferências, soluções como Know Your Team, e aquisição de documentação online, são fundamentais nesta fase.

Finalmente, o follow-up. Para que isto não se torne num momento fogaz, é essencial ter o feedback da experiência de integração do novo colaborador. Este feedback serve para melhoria deste processo, mas também certifica a empresa da sua imagem de igualdade.